Especial

Material Completo Red Wheelbarrow (Mr. Robot Livro/Diário de Elliot): PDF + MP3

Durante seu tempo preso, Elliot usou um diário entregue pelo seu amigo Leon para organizar seus pensamentos e tentar recuperar o controle… apesar do mesmo ser uma ilusão.

Escrito 30 dias antes da segunda temporada e permanecendo até uma boa parte dela, o diário nos inclui na mente insana do protagonista, nos mostrando que ele é ainda mais complicado do que parece.

O livro contêm 7 artefatos removíveisum misterioso envelope vazio, uma página rasgada de Resurrection, um recorte de jornal sobre Tyrell Wellick, um poema para Hot Carla, um folheto do grupo da igreja, uma caixa de cigarro e um cartão.

A história é contada por três pontos de vistas diferentes, cada uma delas em um tempo específico… em anotações de Hot Carla, Elliot e seu alter ego Mr. Robot. O livro é de fato um diário, então não espere uma história completamente linear, são anotações datadas através do tempo.

Como você pode ver acima, há um audiobook criado no canal. Já abaixo dou a vocês mais duas opções, a versão de somente áudio (MP3 adaptado) e um PDF da versão completa em inglês. Além disso, coloquei um bônus… é o panfleto do restaurante BBQ Red Wheelbarrow, o mesmo que Mr. Robot usa para localizar Tyrell:

CLICK AQUI PARA BAIXAR O MATERIAL:


Abaixo, você verá as quatro primeiras e as quatro últimas paginas do diário transcritas do inglês para o português (por razões obvias não fiz isso com todo o diário).

As Quatro Primeiras Páginas:


Se você encontrou isso, espero que você esteja qualificado para ler os pensamentos íntimos de uma das pessoas mais interessantes que você nunca vai encontrar. Nem todos poderão entendê-lo, mas todos devem conhecê-lo. Todos devem saber sobre a pessoa que mudou o mundo para sempre.

Eu amo livros. Eu sempre quis escrever um eu mesma, e talvez eu ainda vá. Mas neste que eu não escrevi, você pode encontrar algumas notas de mim aqui e ali, mas isso são apenas comentários. Agora que todo o planeta conhece o nome de Elliot Alderson, sinto que este diário tem uma vida maior a ser vivida. Se era difícil para mim não queimá-lo, como ele queria. Quando estávamos fazendo exatamente isso, queimando este diário no pátio, eu disse a Elliot por que eu queimo livros depois de lê-los: Nada permanece o mesmo, então eu quero ser a única a mudá-lo.

Foi bom pensar que esse diário era algo só entre Elliot e eu, mas eu sei que você merece lê-lo também. Talvez conhecê-lo um pouco melhor vai mudar você,como me mudou. Ou talvez não. De qualquer forma, aqui está … um pouco de algo deixado para trás de alguém que você pode ter apenas ouvido rumores. Eu o conheci por este breve tempo e ainda não sei se eu realmente vou conhecê-lo. Eu não sei se alguém pode ou se alguém realmente deveria.

– Carla

13 de maio de 2015 – 21h47

Eu não estou falando com você agora, então eu estou escrevendo…

Escrevendo todas as coisas que eu diria, se você não tivesse me traído. Eu não posso confiar em você, e mesmo que eu pudesse realmente usar alguém para conversar, eu estou escolhendo um pedaço de papel inanimado em vez de você. Espero que isso provoque um pouco.

Bem, se eu estou sendo totalmente honesto, isso é para você. Se você nunca vai ler ou não. Se nós nunca voltarmos a conversar novamente ou não… Isto é o que eu diria a você e gostaria começar dizendo …

Olá amigo…

Você pode se perguntar por que eu me coloquei…

EU NÃO GOSTO QUE ESTEJA ESCREVENDO ISSO TUDO PRA ME DEIXAR NA GELADEIRA, EU NÃO ESTOU ORGULHOSO DE VOCÊ BUSCAR AJUDA ONDE EU POSSO AJUDA-LO. VOCÊ TEM QUE DAR ALGUM SENTIDO PRA ELE. NÓS NÃO PODEMOS CONTINUAR PRESOS NESTE PESADELO ANALÓGICO. PRECISAMOS VOLTAR AO JOGO. VOCÊ O CONHECE E EU O CONHEÇO, AGORA VAMOS APENAS DEIXA-LO SABER.

Obviamente que era ele. Ele ainda está bravo comigo por nos colocar aqui. Ele ainda está lutando contra mim e estou… lutando para trás. Tentando, de qualquer maneira.

14 de maio de 2015 – 06h33

Estou em casa. Bem o que eu estou chamando de casa para estes próximos 18 meses e a coisa está ficando real. Ansiedade, pânico, 100% fundaram medo por minha vida e minha mente – tudo o que tem me consumido nas últimas oito horas aqui. Uma cornucópia de terror e arrependimento entrou em cena. Sei que você pode pensar que eu fiquei louco para realmente me colocar na prisão. Mas eu tenho um plano, ou quase. Eu estou trabalhando nisso. Tudo o que eu sei é que, ao encarar meu encarceramento, me senti bem no momento. Eu não posso confiar em mim mesmo lá fora e até que eu possa. Eu preciso ser cortado. Sem internet. Sem computadores. Nada pra ELE fazer, mas olhar para as quatro paredes enquanto eu ilustro esta merda. É extremo? Essa é a definição disso. Mas eu faço qualquer coisa de qualquer outra maneira? E ELE?

Você acha que eu cometi o maior erro da minha vida fazendo isso? Se você achar isso, você pode não estar errado. Eu não tenho ideia do que esperar aqui e eu não sou tão idiota para pensar que vai ser cor-de-rosa. Os gritos que ouvi de outros prisioneiros durante toda a noite fizeram um trabalho bastante sólido de me colocar na ponta. Sem mencionar que eu realmente tenho que interagir com todas essas pessoas em uma base diária. Não há como escapar de ter pessoas por toda a hora, em todos os lugares em que me viro. É fodidamente claustrofóbico, mas estou tentando me acostumar com isso. Eu tenho que me acostumar. Eu não tenho ilusões (eu sei, engraçado vindo de mim) Que este é algum tipo de espaço sensível e seguro para eu me encontrar, mas é a única opção que eu tinha e, assustadora ou não. Eu tenho que aceita-la. Espero poder superar isso.

Mas, como eu disse, não é como se ELE cooperasse de qualquer outra forma racional. Ele ainda se recusa a me dizer qualquer coisa que aconteceu naquela noite – especialmente onde Tyrell está – então eu tenho que me manter firme. Se Ele não está falando, eu não estou andando, É assim tão simples. Então, eu tenho que ir para a beira para chegar ao outro lado.

Você entende, não é? Quero dizer. Se eu sou louco, a única maneira de vencê-lo é com a loucura. Então é onde eu fico. Vamos ver como isso acontece.

(“COMA UM…” Desenho: PINTO)

13h45

Porra. Eu só vim e estou de volta na minha cela. Eu não me lembro do café da manhã, das tarefas da cozinha ou o almoço. Merda. Isso traz à luz uma fudida falha enorme neste plano: Eu não quero ELE solto aqui com esses outros criminosos. Seja lá o que for preciso, não posso deixá-lo assumir. Eu tenho que manter o controle. Se eu puder fazer isso. ELE pode desenhar todos os pintos que quiser e até não importa se ELE é honesto comigo. De qualquer forma, eu só tenho que ficar com uma coisinha que a autoajuda gosta de chamar de “fingir até que você faça”. Falando em fingir … Bem … É difícil de explicar, mas … Bem. Vou apenas dizer isso e você pode fazer o que quiser.

Ok, então quando eu cheguei aqui ontem e eu andei por esses corredores lúgubres para o meu travesseiro na merda do meu novo status de solteiro. Eu quase a perdi… por dentro. Meu cérebro estava começando a se derreter nas gigantescas e fodidas ramificações da realidade em que me forcei. Eu definitivamente duvido que eu fiz a coisa certa. Olha, me senti muito bem ao dizer vai se fuder, direto na cara DELE durante a minha sentença, e se estou sendo totalmente honesto com você, acho que esperava que ele fosse embora enquanto eu estivesse aqui. Que talvez, por ser preso. Eu poderia cortar os laços com tudo, incluindo com ELE. Como uma panaceia ou algo assim. Claramente, isso era um sonho irracional. Então … quando entrei aqui, fiz tudo o que pude fazer para passar. Eu só achei tudo um pouco mais fácil de lidar se eu imaginasse o meu ambiente de forma diferente. Mais especificamente, eu transformei mentalmente este lugar na casa da minha mãe. É apenas uma maneira de lidar.

É estranho pensar que ele não se lembra da primeira vez que nos conhecemos hoje. Acho que foi ELE e não Elliot, de qualquer maneira … Existe alguma diferença? Elliot pensa que sim, mas ainda é o Elliot.

O todo ou apenas uma parte é dividida? Não sei se eu sei a resposta para isso. Enfim, tudo o que ele disse foi que ele gostou da minha sombra azul. Ele provavelmente estava sendo sarcástico, mas eu levei o elogio porque eu precisava de um naquele dia.

Acho que é melhor que a morfina. Certo? Não responda isso. Isso só ajuda, é tudo que eu sei, e eu não quero entrar nisso mais fundo do que isso. Você pode fazer suas próprias avaliações psicológicas em seu próprio tempo. Mas vou explicar como eu vejo isso. Provavelmente é melhor desenhar.

As Quatro Últimas Páginas:


29 de junho – 22:03

Leon poderia dizer que algo estava me incomodando no jantar. Não vou mentir, estou nervoso em falar com Ray. Há muitas maneiras, que essa conversa poderia não acabar bem para mim. Devo escutá-lo e simplesmente ignorá-lo? Como posso ignorar o que vi? Meninas à venda. E digo… meninas mais jovens. Para adicionar ao topo, drogas, armas, contratos importantes… Eu não sou da polícia da moralidade, mas se eu posso de alguma forma pôr um fim nisso, eu vou.

Merda. Ainda não sei o que está acontecendo com o plano da Darlene. Eu definitivamente estou começando a sentir que tenho muitas bolhas no ar. Há uma sensação de afundar – Eu estou caindo – de volta para meus velhos hábitos. Não, não estou. Eu sou mais forte agora. Vai dar certo.

30 de junho – 16:15

Bem, parece que não há nada que eu possa fazer para parar Ângela. Ela veio me visitar. Você realmente não sabe como sente falta de alguém até que eles estão sentados na sua frente. Disse-lhe para não ajudar a Darlene e eu, mas isso é apenas o que a empurrou ao longo da borda para fazê-lo, eu acho. Ela diz que ela quer me ajudar por uma mudança. É quase engraçado que ela pensa que é o contrário. Eu sinto como se eu não causasse nada além de problemas ultimamente. De qualquer forma, não há muito que possa fazer para mantê-la fora as coisas daqui. Ela vai tomar suas próprias decisões, não importa o quanto eu avisar do perigo.

Acho que isso me impulsionou ainda mais para dar a Ray seu ultimato. Com a migração do site parada, eu segurava a chave para o futuro dele – e há apenas uma saída para ele. Eu não estou brincando de Deus. Eu só estou tentando ser o anjo no ombro de alguém pela primeira vez. Ele realmente me ouviu. Acho que ele estava sendo sincero quando disse que ele não tinha ideia que estava em seu site. Eu acho que é possível para as pessoas entrarem em suas cabeças. Merda, eu sei em primeira mão. Então lhe dei a escolha. Disse a ele para desligá-lo ou eu acabaria com ele. Acho que é um movimento ousado, visto que ele tem todo o poder neste lugar. ELE acha que eu já estava fora de mim, mas eu estou colocando minha fé em Ray.

(DESENHO: CÍRCULOS)

6 de julho – 06:35

Depois do que eu passei, você vai entender por que estive fora. Tudo o que eu pensei estava errado. Tudo, menos ter fé no Ray. Ele estava até a cabeça nisso e só não sabia como parar. Então eu tomei um monte de merda por isso – um monte – mas eu o ajudei no final. Ray estava certo, eu não estava olhando bastante os movimentos à frente e mesmo quando eu fiz, ele já estava lá, esperando por mim. Ele deixou isso acontecer. O site caiu e agora a Ray e Lone Star estão sob a custódia do FBI… e estou livre de sua ameaça. Isso não é tudo o que eu sou livre. Durante nosso tempo na solitária, ELE e eu chegamos a um entendimento.

ELE me contou tudo. Tyrell não está na Tailândia. Ele não está em um castelo de gelo. Ele não está bebendo aguá de coco. Eu já disse isso antes e vou dizer mais uma vez, a verdade, que acho que é raramente bom. Desta vez não foi diferente. Mas agora sou diferente. Nós somos diferentes. Isso é o que somos… NÓS… Temos que fazer isso juntos, ou não podemos fazer nada em tudo.

21:53

Estou tão cansado. Tanta coisa aconteceu e está tudo aqui nestas páginas. Pensei em manter esse regime ia ser a minha resposta para tudo, mas era apenas outro jeito prolixo de me trazer de volta para a verdade sobre mim. Talvez eu precisava passar por isso. Talvez eu precisasse de tomar este caminho do ponto A ao B a J a X e outra vez. Eu sou quem eu sou. Eu o criei ELE como uma parte de mim. Não consigo me livrar DELE. Não vou mais tentar. Então não preciso mais disso. E eu estava errado sobre você ler isso. Não preciso de você também.

Isto só pertence no passado.

Essa foi sua última entrada. Quando ele fugiu durante o motim, peguei o livro do fogo e escondi na minha cela. Eu nunca fiz isso antes. Quando eu queimo um livro, queimou. Até agora, é isso. Isto não precisa ser alterado. Precisava ser encontrado.

Na época em que Elliot saiu, Leon se foi também. Ele deixou um cartão falso na minha cela, de Art Vandelay. Importador/exportador. Tem um email nele, mas eu nunca tentei. Eu senti como se fosse de emergência apenas, e as coisas ainda não são ruins… ainda.

Santos foi dispensado como parte desse mesmo programa de infratores lançado que deixou Elliot sair – por causa dos cortes do Five/Nine e superlotação de prisão. Mas, idiota… que ele é, ele acabou de volta em duas semanas mais tarde por assassinato. Aparentemente, nem ele nem sua esposa eram muito fiéis um ao outro.

E todos sabemos o que se passou com Elliot, após os eventos neste caderno, mas o que está aqui ainda preenche algumas peças que faltam. Na verdade, eu diria que este livro é uma peça inteira no conjunto de quebra-cabeça de gazillion que compõe Elliot Alderson. E é por isso que isto teve de ser lançado. Porque eu espero que um dia as peças do quebra-cabeça sejam colocadas juntas. E espero que um dia eu possa ver isso.

Quanto a mim? Bem, eu estou fora e livre e, ao contrário de Tyrell Wellick, vai ser eu a beber uma água de coco muito em breve. Só uma pessoa sabe como descobrir onde estou, e isso é entre ele e eu… se ele quiser me encontrar.

Como eu disse antes, havia algumas coisas durante este tempo que pareciam sem sentido para mim. ELE tramando algo?

  • Envelope aleatório: Tratava-se de uma estranha carta em branco que Elliot tem. Ele usou isto como um marcador.

 

  • Página de Ressurrection: Ele estava estranho naquele dia… ou era ELE? Enfim, vi ela no lixo, então eu a prendi aqui. Lembro de Elliot dizendo que algumas páginas foram arrancadas do livro.

  •  Artigo dos avistamentos de Wellick: Elliot teve um trabalhão para conseguir isto, mas talvez ELE estava procurando por outra coisa…

  • Panfleto do grupo igreja: alguém deixou isto na cela do Elliot – não sei quem. Como tudo, eu decidi mantê-lo.

  • Carta: Outra coisa que eu vi ele (ou ELE?) jogando fora. Pelo que eu sei foi sobre Darlene, apesar de isto não soar como ela.

Como é de se esperar, há vários mistérios resolvidos pelo diário, assim como muitos outros permanecem em dúvida. Mas uma coisa é certa, a mente de Elliot e a forma como sua reprogramação mental funciona, é ainda mais complexa do que imaginávamos. Por tanto, o que já era insano, fica ainda mais.

Por hora, eliminando o complexo… a principal lição que tirei de Red Wheelbarrow é que o foco é a jornada, não o destino. Pareceu a mim, que o propósito é dar mais sentido ao passado, para pararmos de nos preocupar tanto com o futuro.

  • Jeff

    vc é foda manin bruno